English
You have no items in your shopping cart.

Mialgia e Artralgia: o que as distingue?

Tal como o próprio nome indica as dores musculares, ou mialgias, são aquelas que são sentidasnos músculos. Podem afetar uma pequena área e variar de intensidade. A maioria das dores musculares desaparecem em pouco tempo, mas algumas duram vários meses.


E porque é que acontecem? Muitas vezes brincamos que só servem para nos lembrar de músculos que nem sabíamos que tínhamos, mas não é esse o motivo!


As dores musculares podem ser desencadeadas por um esforço muscular extremo, seja pela intensidade ou duração do exercício. Esta situação caracteriza-se pela acidez e degeneração muscular.


As dores musculares podem ser acompanhadas de outros sintomas, como a dor articular (artralgia), febre e mal-estar geral.
Regra geral, a dor tende a sentir-se no próprio dia em que o esforço foi feito, aumentando de intensidade nas 36-48 horas seguintes. Além do tipo de treino, as dores musculares diferem consoante a idade, o tempo de repouso e o metabolismo de cada indivíduo.


No entanto, não é necessário praticar exercício físico para sentir estas dores! A tensão, o stress e pequenas lesões contribuem para o seu aparecimento.

 

Geralmente as dores musculares, sobretudo contorsões e cãibras, desaparecem por si só.


Contudo, deve consultar um médico nas seguintes situações:

● causa desconhecida;
● sintomas persistem várias semanas;
● suspeita de uma lesão/rutura muscular.
Sabia que se passa um dia inteiro à secretária, alongar de hora em hora ajuda a aliviar a
tensão e, com isso as dores musculares?
Para as dores musculares com origem num esforço físico existem truques para preveni-las:
● Antes de praticar exercício físico, aqueça bem;
● Alongue no final;
● Beba água antes, durante e após a atividade física: ajuda a oxigenar os músculos;
● Pratique exercício físico regularmente.


E, se nem assim as dores desaparecerem?

● Tome um analgésico;
● Aplique calor local: os emplastros térmicos ajudam a relaxar o músculo.


Por sua vez, as dores nas articulações, artralgias, afetam maioritariamente as articulações do joelho, da anca e dos dedos da mão e do pé e, em menor número, as articulações do ombro e cotovelo.

 

Geralmente, as dores nas articulações caracterizam-se pela inflamação da camada cartilaginosa. Transportar peso excessivo, levantar objetos apenas de um dos lados e/ou uma postura incorreta pode desencadear roturas e fendas na cartilagem da articulação que, por sua vez, pode evoluir para uma inflamação.


Como as causas mais comuns destacam-se a osteoartrite, entorse e lesão.

 

Na osteoartrite, o revestimento protetor das articulações é danificado, fazendo com que a articulação inche, tornando-se mais rígida e provocando dor.

 

Os sintomas característicos são:

● falta de sensibilidade;
● formigueiro;
● amplitude de movimentos reduzida;
● rigidez;
● perceção que a articulação está “perra” ou que tem algo no seu interior.
É importante que se mantenha ativo! O movimento influencia positivamente as articulações.
O tratamento das dores articulares assemelha-se ao das dores musculares:
● medidas de prevenção;
● alívio da dor (ex.: anti-inflamatórios reduzem a inflamação e a dor).

 

Dra. Ana Roxo
Farmacêutica

Leave your comment